domingo, 4 de junho de 2017

Helsínquia e Tallin - parte 1

Esqueci-me que antes dos posts da Escócia temos a viagem que fiz com uma amiga a Helsínquia e Tallin. Estes fins de semana prolongados surgem da minha incapacidade de estar sossegada durante muito tempo e de desafiar amigos pelo mundo a juntarem-se à minha loucura. Foi assim que de uma lista enorme de destinos de fim semana, escolhemos Helsínquia com day trip a Tallin - fácil de chegar a partir de Londres e de Berlim, onde nenhuma de nós tinha estado e não muito caro: win!

O itinerário ficou bem simples:
Dia 0 - Chegada a Helsínquia à meia noite (!) e transporte para o hotel. Fomos de táxi e custou uns 20 e poucos euros, acho.
Dia 1- Helsínquia (centro)
Dia 2 - Tallin
Dia 3 - Manhã em Helsínquia para passear na zona de Lapinlahti, Temppeliaukio kirkko e Sibelius monument) e regresso a casa

Ficámos hospedadas na zona de Kamppi, a uns 10 minutos do centro da cidade o que acabou por se revelar uma óptima opção porque tínhamos supermercado mesmo à porta e o melhor nepalês de sempre (deu um jeitão no dia da tempestade de neve em que não apetecia nada ir ao centro comer...).
No primeiro dia começámos por explorar o mercado junto ao rio onde abrimos logo as hostilidades na compra de souvenirs!

O dia não estava propriamente ensolarado e o vento não ajudava o passeio pelo que todas as oportunidades para entrar dentro de igrejas, lojas ou cafés eram sempre muito bem vindas!
Decidimos subir até à Uspenski Cathedral (entrada gratuita) onde de bónus tivemos a melhor vista sobre a catedral emblemática da cidade (e onde tirámos umas 50 mil fotografias).
Seguimos depois pelo porto em direcção à catedral porque turista que é turista não pode perder 'A' atracção da cidade visita!
Voilà!
(a vista da praça a partir dos degraus da catedral)
Apesar de imponente quando vista de fora, a catedral por dentro é surpreendentemente pequena!
Tickada parte da checklist do turismo, fomos até ao Old Market Hall para almoçar e explorar todas as opções gastronómicas originais da cidade (kebab de rena? urso? tell me more!)
(melhor sopa de peixe de sem-pre!)
A tarde trouxe uma tempestade de neve e por isso procurámos abrigo nos centro comerciais (nunca perdemos uma oportunidade de ir às compras) até abancarmos num café a beber chocolate quente e ver a neve cair lá fora.
O jantar foi no Mount Everest Kamppi, mesmo pertinho do hotel. Ficámos tão fãs que voltámos no dia seguinte!

Sem comentários:

Enviar um comentário