domingo, 14 de maio de 2017

Colorado - Manitou Springs e Pikes Peak (post gigante!)

Manitou Springs é uma vila perdida no Colorado e que (não me perguntem porquê) me pareceu bem ao jeito de um 'cenário' de um filme. Não há propriamente um circuito turístico que se possa recomendar já que a vila é bastante pequena e o bom é mesmo poder andar sem rumo e entrar em todas as lojinhas (como a espectacular loja de enfeites de Natal onde fiquei horrores de tempo só para conseguir escolher um enfeite para a minha árvore!)
Para além da vila em si, Manitou Springs é ainda a "porta de entrada" para o Pikes Peak, uma montanha de 4000m e que fica no coração de Manitou. Claro que não escalámos os 4000m metros mas tirámos uma manhã para dar uma volta num dos trilhos da montanha - não só apanhámos um dia espectacular (quando uns dias antes tinha nevado como eu nunca tinha visto!) como a vista é incrível. Reuni umas 500mil fotos para vos convencer a fazer esta paragem se algum dia passarem pelo Colorado (recomendadíssimo)!
Antes disso, só algumas notas para a logística da viagem:
- O carro é essencial para se deslocarem no Colorado. Denver em si tem transportes e é verdade que há autocarros entre (algumas) cidades mas não me parecem opções viáveis se quiserem decidir o vosso horário (e não me parece que Manitou tenha sequer direito a aparecer nessas rotas). Importante também salientar que a maior parte dos carros tem mudanças automáticas (e um dos meus colegas americanos disse-me que isso era até o 'normal' nos Estados Unidos).
- A altitude sente-se bastante a partir do momento em que se aterra em Denver, há sempre imensos avisos para beber água e manter a hidratação ao longo do dia - e juro que faz a diferença (palavra de quem bebe muito menos água do que devia, independentemente da altitude). Foram 10 dias de constante garganta seca e nariz seco!
- O tempo é imprevisível no Colorado, pode estar um sol radioso num dia e no dia seguinte haver uma tempestade de neve. Aliás, pouco depois de eu ter chegado disseram-me que ia nevar imenso e eu desvalorizei... pois bem, ei-la, uma Winter Wonderland!
Nem 3 dias depois e tivemos dias lindos de sol e 23 graus... Por isso vão preparados para tudo (and I mean it!).
Agora, a reportagem fotográfica que prometi mais acima (não é tal e qual a América profunda dos filmes?).

Pikes Peak pode ser 'escalado' de comboio que vos leva até ao cimo da montanha e regressa passámos 20 minutos (mas a viagem em si demora muito mais, obviamente). Era a nossa ideia inicial e foi por isso que levámos todos os nossos casacos (está sempre imenso vento e frio) mas infelizmente não havia mais bilhetes para esse dia. Assim que fica a dica: marquem com antecedência!

Esta é a 'estação'

Sem outra alternativa, tivemos que ir a pé. Há um caminho mais difícil, que é esta subida que mostro na próxima fotografia e outro trilho mais soft (que foi o que escolhemos), não fomos propriamente muito alto mas chegámos a um ponto de onde se via perfeitamente o Garden of the Gods (já aqui mostrei no blog, na viagem do ano passado) mas infelizmente a minha lente não me permitiu mostrar grande coisa...
(com muita imaginação conseguem vem o Garden of Gods ali no meio da imagem)
Et voilà, até para o ano, Colorado!

Sem comentários:

Enviar um comentário