sábado, 13 de agosto de 2016

Lost in translation

Comprei este livro como presente de aniversário para um amigo (francês) que conheceu Pessoa por acaso (é só uma das muitas coisas que explica porque somos amigos, gosto muito mais de pessoas que me dizem "ah, Portugal, a terra de Pessoa e de Camões" em vez daquelas que se saem com um "Portugal? Ronaldo!"... - pronto, chamem-me snob, ahah *).


Por curiosidade fui ler alguns dos meus poemas preferidos traduzidos para inglês e... falta-me qualquer coisa. Não sei se é por ser a minha língua, se é por ser a língua em que foi escrita, mas a poesia de Pessoa soa-me melhor em português do que em inglês. Mais do que isso, sinto-a melhor, como se tivesse mais significado quando escrita na sua forma original, sem traduções. 


[Em contrapartida tenho um amigo (português), que me gozou por ir oferecer um livro do Pessoa ("quem é o pobre coitado que vai levar com o Fernandinho?" foi a bonita mensagem que recebi no Whatsapp quando lhe mostrei isto) e eu gosto dele na mesma. Até lhe perdoo ter detestado Português do 10º ao 12º e não se interessar minimamente por Pessoa ou Eça de Queiroz, that's how much I care for him.]

Sem comentários:

Enviar um comentário