quinta-feira, 30 de junho de 2016

NYC - o primeiro dia (e meio)

Chegámos a NYC ao início da tarde o que deu tempo para dar uma volta por Midtown: fomos ao Rockfeller Centre, descemos até à Grand Central Station e fomos dizer olá a Times Square, o que dá logo aquele impacto de ter aterrado na Big Apple.

(o Saks)

(fotografar o Empire é um clássico!)

(Grand Central Station, não interessa quantas vezes entre lá, continuo a adorar esta estação!) 





Em vez da famosa pista de gelo, o Rockfeller estava transformado numa grande esplanada e durante a semana houve ainda direito a experimentar diversos restaurantes na praça por ocasião dos Restaurant Days. Gostei de ver a diferença na forma como a praça é aproveitada no verão, realmente bem diferente da minha experiência em Novembro!


Apesar de me custar menos o jet lag quando viajo para Oeste, achei que não valia a pena "esticar" o primeiro dia (ou o que restava dele) e fomos dormir cedo. Melhor decisão de sempre!

(St Patrick's cathedral)

No primeiro dia inteiro que passámos nos Estados Unidos fomos conhecer Brooklyn e aproveitar umas horas sem a multidão de Manhattan. Começámos logo de manhã com a obrigatória travessia da ponte, almoçámos junto ao rio e aproveitámos a paisagem num dia de muito, muito calor (sempre á procura da sombra!).



O almoço foi no Atrium DUMBO, um restaurante descoberto ao acaso e do qual fiquei fã! Acho ainda que éramos os únicos turistas que lá estavam o que foi uma sensação única durante a viagem (e pode ter sido pura sorte). Tenho-me controlado e não tenho tirado fotografias à comida para não ser tal e qual uma turista japonesa mas agora não tenho nada para ilustrar a refeição que tivemos...sorry.







Infelizmente não tirei fotografias a Brooklyn mesmo, embora tenha adorado o passeio, as lojas, o bairro que achei muito mais acolhedor e family friendly do que a impessoal Manhattan... recomendo o "desvio" e a vista, claro!
A meio da tarde fomos ao SoHo fazer compras. Portei-me bem e só comprei 2 pares de calças de ganga (eu digo calças de ganga, não digo jeans, sou muito pouco féchion), uns cremes da Victoria's Secret (só porque estavam com mega promoção e paguei 10 dólares por um creme e um "perfume"), uns ténis para uma amiga e .... foi isso. Depois disso, só comprei um enfeite de Natal numa loja da 5th Avenue (meu deus, que loucura de loja!!! imaginem uma Zara só com enfeites de Natal, uma perdição!), devo ter sido a pessoa que menos coisas comprou, só pode.



(o famoso Bloomingdale's)

Para terminar o dia na loucura, decidimos fazer a 5th Avenue desde Washington Square Park até ao Palace, quem é que precisa de ir ao ginásio com um dia destes?

(o arco em Washington Square Park - com o Empire lá bem ao fundo) 

(imbuída do espírito patriótico americano)

(o Flatiron building)

(nunca perdi uma oportunidade de fotografar o Empire, it never gets old)

(NY Public Library)


Apesar de poder parecer muito, acho que este roteiro se faz muito bem a pé. Apanhámos só um taxi de Brooklyn de volta para Manhattan porque o calor era tanto que já desesperávamos por ar condicionado. Acho que o calor se suporta muito mal nas cidades (ou então sou só eu) embora DC tenha sido muito pior, mas isso fica para os próximos episódios.

2 comentários:

  1. Aiiiii que saudades.... La no meu blog tb fiz uma fotoreportagem dos dias em NYC - Janeiro- e n me canso de ver as fotos... Adoro Manhattan!
    Adorei as tuas fotos! ;)

    www.portysdiary.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Também digo calças de ganga...;-)
    Aquela catedral ficou-me cá...
    Um volta bem gira!
    O calor também me incomoda mais nas grandes cidades por causa da poluição.

    ResponderEliminar