terça-feira, 28 de junho de 2016

I have a dream


Voltei mas preparo já o meu regresso ao Reino (Des)Unido. Mentiria se dissesse que o Brexit não magoou o meu lado europeu e idealista mas também é verdade que ainda há muito caminho para percorrer e não acho que valha a pena entrar em dramatismos. Claro que me preocupa a incerteza e isso impede-me de fazer as malas em paz com a minha decisão. Mais do que o visto que talvez me possam vir a pedir ou da queda da libra, preocupa-me sobretudo a vaga de xenofobia que se tem registado no país, como se o "Leave" fosse a autorização legal que faltava para ser imbecil. Ao contrário dos amigos que me dizem "não venhas" ou "acho que devíamos ir antes para a Austrália" não acho que as coisas fossem melhores noutro país: I have bad news for you, folks, a xenofobia é, infelizmente, cada vez mais comum. Mas tal como eles comecei a pensei em alternativas se o UKIP ou outra ideologia semelhante tomar conta da ilha. Talvez atravesse o Atlântico, talvez rume a norte, talvez volte a Portugal. Talvez. Por agora, é fazer as malas e esperar pelo melhor. O curioso é que vou ser civil servant de um país do qual não tenho passaporte e se isso não é um grande exemplo do sonho europeu, não sei o que será.

7 comentários:

  1. A xenofobia também é o aspecto que mais me preocupa (e o crescimento da extrema-direita).
    Tudo a correr bem pelo UK!
    Agora vais ser a nossa repórter especial. ;-)
    (não deixas de estar a viver in loco um momento histórico e a sentir o ambiente destes primeiros tempos...)
    Beijinho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada :) Gosto da ideia de ser repórter especial, eheh. Beijinhos

      Eliminar
  2. Já começava a pensar que tinhas ficado perdida nos EUA. :) ainda estou demasiado chocada com os últimos acontecimentos na ilha.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahah, pensei nisso, mas decidi voltar ;) Logo logo faço posts da viagem, tenho imeeeeensas fotos para escolher e ainda nem desfiz as malas. Estou a adiar o inevitável ahah.
      Quanto à ilha, juro que até me sentei quando vi a notícia na CNN...

      Eliminar
  3. Boa sorte, vai correr tudo bem! Se apanhares algum anormal xenófobo, mostras-lhes que és civil servant e ameaças-lo de prisão. Bem sabemos que não terás esse poder, mas os xenófobos são burros como calhaus e não vão saber. ;)

    ResponderEliminar
  4. Ahaha, isso é uma grande ideia!!!
    Beijinhos e obrigada

    ResponderEliminar
  5. Também me encontro preocupada com esta situação.
    Acho que muito ainda irá acontecer...

    ResponderEliminar