quarta-feira, 29 de junho de 2016

A viagem a NYC e Washington DC

Na verdade, tudo começou porque vi uma promoção espectacular na United Airlines e como na altura estava indecisa quanto ao destino de férias achei que estava na hora de voltar aos Estados Unidos. Ora ir a NYC é sempre uma boa ideia (bom, pelo menos para mim) mas sendo a segunda visita achei que devia acrescentar outra cidade e DC foi a escolha óbvia (Air and Space Museum, Casa Branca, National Archives, museus, museus!....enfim, vocês percebem a ideia). O lado ainda mais fantástico da promoção é que permitia ir para uma cidade e vir de outra pelo mesmo preço - comprado!
Junho não seria a minha primeira opção para visitar estas duas cidades: está demasiado calor para andar na rua (ora bem que estão 30 graus e estamos na praia ou então andar a fazer turismo de máquina à tiracolo torna-se bastante incómodo) e há demasiados turistas (mais gente que pessoas, como diria um amigo meu) mas como este ano as férias são um bocado esquizofrénicas (acho que digo isto todos os anos, mas pronto) não deu para ser esquisita. Se tiverem essa opção, recomendo Abril/Maio, ou talvez Setembro/Outubro. Eu gostei imenso de ir em Novembro, no longínquo ano de 2012, mas está um frio do caraças, para além de que há sempre hipótese de apanhar chuva ou neve.
O alojamento em NYC é caro e é o maior rombo no orçamento. Pesquisei bastante tendo em conta os parâmetros habituais (central mas não no meio da confusão, confortável, com quartos onde não fosse preciso fazer gincana por serem demasiado pequenos, etc) e cheguei à conclusão que em equipa que ganha não se mexe: optei pelo New York Palace. O hotel sofreu obras desde 2012 e está agora dividido em 2 (um mais posh do que o outro, basicamente) e apesar de não ser barato consegue ser bastante mais barato do que muitos outros da mesma categoria. A localização é excelente: Madison Avenue em frente à St Patrick's Cathedral, a 2 min do Central Park e outros tantos da Grand Central e a um bloco do Top of the Rock. No entanto, acho que o verdadeiro selling point é a vista:




Com as obras e a divisão do hotel em dois (sendo que o chamado NY Palace Towers é estupidamente caro), acho que se perdeu alguma coisa no NY Palace "normal" e se voltar a visitar a cidade talvez procure outras alternativas. 
Em DC não foi mais fácil encontrar um hotel bom, central e barato. Como central era mesmo a prioridade, optei pelo Sofitel mesmo em frente à Lafayette Square e vizinho da Casa Branca. Achei super moderno, com aquele cheirinho a Zara Home que eu adoro e bastante melhor do que o de NYC mas infelizmente não tirei fotos para a posteridade...
Entre NYC e DC e depois de muita pesquisa, acabei por optar pelo avião. Os preços do comboio estavam caríssimos e os que não pediam um rim como pagamento tinham aviso de atrasos por causa de obras na linha pelo que decidimos não arriscar e comprámos um voo doméstico na American Airlines. Não posso dizer bem da companhia: no dia em que voámos entre as duas cidades estava mau tempo em DC e tivemos 2 voos cancelados, enganaram-se a processar o re-booking e estivemos até ao último minuto (literalmente na porta de embarque!) para conseguir os últimos lugares no voo da tarde, sempre com um atendimento péssimo nos balcões (companhias europeias, estão perdoadas!). O mais extraordinário é que as nossas malas conseguiram chegar a DC mesmo depois de toda esta aventura e da confusão que estava o balcão da companhia no JFK (e sim, celebrámos a chegada da mala no tapete tal e qual como se tivesse sido golo da selecção, ahah).
Desta vez Philadelphia ficou de fora e sabendo o que sei hoje fico contente com essa opção porque teria perdido o meu dia na viagem por causa da tempestade e ficava na mesma sem ver a cidade. Mas como ainda há taaaaanto para visitar naquele país, sei que terei outra oportunidade! 
E para os próximos capítulos teremos o itinerário desta viagem e muitas fotos a acompanhar! Stay tuned!

7 comentários:

  1. Acabei de descobrir porque é que afinal não podemos viajar juntas... New York Palace e Sofitel? Lá se ia o meu orçamento das viagens todas de um ano... ahahah

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahah, foi só nesta viagem. Eu só não gosto de acampar, fora isso fico em todo o lado ;)

      Eliminar
    2. Ahahahah, melhor assim. eu tb não gosto de camaratas nem balneários.

      Eliminar
    3. Pronto, está feito, vai pensando na Austrália! ;)

      Eliminar
  2. O hotel tem uma vista magnífica!
    Também não gosto de acampar (só o fiz no Interrail).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também adoro, bonita a todas as horas: de manhã, ao pôr do sol, à noite, espectacular!

      Eliminar