terça-feira, 29 de março de 2016

Mood do regresso ao trabalho

O How I Met Your Mother tem imensas frases que mereciam aparecer neste blog (e não estão já? cof cof) por se assemelharem a algo que eu gostaria de ter escrito. Gosto, pronto. Eu sou um bocadinho do Ted e da Lily, mas também da Robin e do Marshall. E, pronto, talvez até do Barney. Mas por muitos monólogos brilhantes e tiradas mais ou menos profundas que a série tenha tido ao longo dos anos (e eu sei mais do que aquelas que vou admitir - sim, sou uma geek das séries...), esta continua a ser a minha cena preferida.


Porque gosto de pensar que todos os acontecimentos são, no fundo, uma espécie de dominó: os meus leaps, mesmo com tudo aquilo que trouxeram de menos bom, desencadearam não só aquilo que tenho hoje como puseram em marcha o melhor que há-de estar para vir. Of course that story is only just beginning.

4 comentários:

  1. Isto agora foi muito estranho!!:-)) Ainda hoje de manhã, pensava nisto. Aparentemente, este meu ano, foi o ano em tudo correu mal, mas foi o melhor ano dos últimos anos. :-) Reflecti muito, mudei coisas em mim a duras penas e que precisavam de ser mudadas há muito tempo, mas mudei. Limpei o campo à minha volta também, separando o trigo do joio, e abrindo espaço para coisas novas e boas.
    Acredito, piamente, que as crises são oportunidades (parece que é o significado em grego...) e existem para reflectirmos sobre nós próprios, corrigirmos o que não está bem dentro e próximo de nós, e tirar do nosso caminho quem e aquilo que não faz falta. E lembrava-me disto esta manhã porque a Páscoa e a Primavera estão associadas à renovação...
    Beijinho.
    PS: A ver se presto mais atenção a essa série. O meu marido vê de vez em quando.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gosto muito desta série, menos do final (há dois tipos de pessoas: as que adoraram o final e as que odiaram, não há uma terceira categoria se investiste algum tempo a seguir os episódios ao longo de 8 ou 9 anos, trust me!). É uma comédia mas há muitos momentos de reflexão e grandes constatações acerca da vida, do amor e da amizade - sou fã, portanto :D E há uma mensagem na série que se torna mais evidente à medida que a série vai passando, que é mesmo essa, a de que mesmo as coisas más nos acabam por levar ao sítio certo e ao lugar certo e que tudo pode ser visto como uma oportunidade. A Páscoa parece-me uma óptima altura para a renovação, a minha já está em marcha há algum tempo, só vai precisando de mais uns leaps ;)
      Beijinhos*

      Eliminar
  2. Afinal, o meu marido já viu as seasons todas. :-)) Ele adorou a série ( e partilha da tua opinião). Tenho de ir agora.
    Bjinhos!

    ResponderEliminar