quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Oh no, it's packing again! *

Sempre que acabo de fazer a minha mala de cabine minúscula sinto que mereço um prémio por conseguir que todos os líquidos caibam aqui:


Comprei esta bolsa (5 euros um trio de bolsas de plástico na Primark) por ser muito mais resistente do que os sacos de congelação que usava até há bem pouco tempo e já viajou várias vezes comigo de avião. É certo que é maior do que o saco ranhoso que dão nos aeroportos mas até agora só implicaram com ele num sítio (Stansted) e nem foi pelo tamanho, foi, segundo o senhor, por "ter zipper" (e depois fez questão de passar tudo para um minúsculo saco de plástico da segurança, porque faz toda a diferença - só que não). 
O limite dos líquidos e da UMA peça de mala de mão das low-cost (ou um trolley + uma mini carteira, para ser mais precisa) são as coisas que mais me aborrecem quando viajo. Isso e mal ter tempo de lavar a roupa de uma viagem para ir para a seguinte. First world problems, portanto.


* isto sou eu a cantarolar com o ritmo de "oh no, it's raining again..." - sim, acho que fritei de vez. Preciso de férias.

6 comentários:

  1. Eu adoro sentir o drama de ter de enfiar tudo o que preciso numa mala minuscula de cabine, e procurar frasquinhos pequenos para enfiar a cremalhada toda, e esconder a bolsa debaixo do casaco. Enfim, lembra-me que vou... VIAJAR!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também gosto de levar a coisa em estilo de desafio mas agradecia mais espaço para os meus cremes todos (ter uma pele péssima implica muita logística para contrariar esse facto...). Mas agora o que eu queria mais era viajar em férias a sério e não para ver só aeroportos, estações de comboios, escritórios e hotéis. Vá, verdade seja dita, continuo a simpatizar com aeroportos, especialmente se for um voo logo de manhã, adoro :)

      Eliminar
    2. O maior desafio foram 10 dias, entre Genebra, cote d'Azur e Paris, para um congresso e passeios vários num tempo nem carne nem peixe em que tanto molhamos os pés no mar (Nice) como apanhamos chuva fresquinha (Paris), e a Ryanair ainda não permitia levar a bolsa de fora. (2010 acho!)
      Depois disso, encaro qualquer uma :) mas ainda me lembro de estar em Beauvais no regresso a tentar fechar a mala em modo quase explosivo.

      Eliminar
    3. Isso parece-me um desafio interessante! :)

      Eliminar
  2. Eu estou como tu... se fosse de férias, era como o outro. Agora sempre em trabalho já cansa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exacto, quero ver outras coisas que não aeroportos ou estações de comboios!

      Eliminar