segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

No Britânico havia o listening, por aqui tenho... o tram

Desde que me mudei que deixei de andar com phones nos ouvidos. Primeiro, porque quando não conheço um sítio faz-me confusão ter que prestar atenção a mais alguma coisa que não seja o caminho (neste caso, a música) e depois porque descobri que tenho nos meus 2 trajectos diários um óptimo exercício: ouvir o que as pessoas dizem no tram! Não num sentido "cusco", entenda-se, mas como se fosse um verdadeiro exercício de listening, em alemão. Hoje, por exemplo, percebi tudo o que uma miúda dos seus 4 ou 5 anos disse (é a loucura, hã?)! A cereja em cima do bolo: percebi um email inteirinho no trabalho e mantive uma conversa com a senhora da cantina, wohoo. Agora falta-me pôr em dia todas as declinações e o vocabulário (básico) que perdi desde que deixei o Goethe. E, claro, deixar o nível alemão-criança-de-5-anos... Lá chegaremos!

4 comentários:

  1. Bem fixe. As minhas 60h de alemão só me permitem pedir o básico e ficar a rasca quando me devolvem uma pergunta que vá muito além do ja, nein.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tenho um nível muito básico da língua (mesmo!), ainda nem cheguei ao nível B e o pior é que ao deixar as aulas notei que se perdeu imenso. De qualquer forma, acho o Goethe excelente e noto que fiquei com óptimas bases e agora que TUDO se passa em alemão (aqui não é como na Holanda, é tudo em alemão e já vou com sorte) acho que me vai fazer bem a imersão total na língua para ver se finalmente consigo, por exemplo, ler uma revista e, quiça, perceber a televisão :P

      Eliminar
  2. :-))
    Vais apanhar depressa. Já tens as bases, vai ser num instantinho. ;-)
    Não sei nada de Alemão. Só comecei a ter contacto com a língua, quando vim para a Holanda e comecei a visitar algumas cidades alemãs.
    Este serão ando de volta dos postais que vou enviar. ;-)
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho a língua muito mais "bonita" do que o holandês, soa-me melhor. E embora reconheça que a gramática holandesa é mais simples acho que o facto de achar a língua mais "feia" a torna mais complexa aos meus olhos, não sei se faz muito sentido... Nos primeiros dias aconteceu-me imenso responder em holandês nas coisas mais simples como sim, não, obrigada, e de nada. Foi um trauma, ahaha! E ainda tenho de pensar duas vezes antes de dizer "tenha um bom dia" porque está tudo formatado para o "fijne dag" da Holanda!

      Eu vou pôr os meus amanhã no correio, tenho saído tão tarde que não tenho tido tempo para nada. Espero que cheguem com tempo!

      Eliminar