quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Adeus, UK

Vou emigrar outra vez. Novos desafios, um novo país (Agnes, a coleccionar países desde 2011), uma vida nova, e estou aqui cheia de pena que o meu tempo em Inglaterra tenha chegado ao fim. Mesmo que nunca me tenhas dado o passaporte, a verdade é que vou sair do país que já sinto como meu (será que noutra vida nasci aqui?) e, ao contrário do entusiasmo que senti ao sair de Portugal (e ia para a Holanda, vê lá tu bem), acho que a expressão "my heart sinks" é a que melhor descreve esta sensação de ter um bilhete só de ida a partir da ilha. Não quero ser melodramática, UK, eu sei que tu continuas aí desse lado do canal e que me vais receber como um dos teus desde que "a Europa" não me estrague o sotaque (prometo, claro, fazer o teu ar superior sempre que alguém ouse ler o "A" como se fosse um "É"). Mas é que eu estava a afeiçoar-me a ti, sabes? E se por acaso encontrar um grupo de expats é possível que me junte a eles para usarmos orgulhosamente as nossas Christmas jumpers, irmos ao pub comer sausages and mash e afogarmos as mágoas numa chávena de chá (shhh).
Obrigada por estes 2 anos (e olha que nem todos os países sobreviveriam a tantas memórias, considera-te um privilegiado). Deste-me a minha Victorian brick house com direito a janelas em semicírculo na sala e quero dizer-te que o meu eu de 12 anos ficou bastante feliz. É certo que me faltou a morada em Londres (com vista para o Tamisa, hein? tu tira notas!) mas nunca se sabe o que o script da vida reserva para o próximo acto. Por enquanto, é temporário, mas mesmo que fosse mais definitivo sabe que eu continuarei a alimentar o meu lado britânico. Ser emigrante de mais um país até pode significar ter mais um sítio do qual sentir saudade mas também me dá mais um sítio ao qual chamar casa.
Anda, não fiquemos tristes, I'll put the kettle on.


PS- Desculpa estar a trocar-te pela Alemanha, eu sei que vocês tiveram os vossos desentendimentos, mas hey, pelo menos não é a França (bonus points pela piadinha com franceses?).

26 comentários:

  1. :-))
    Boa sorte pela Alemanha! Vamos ser vizinhas. ;-)
    Não deixo de reparar que vais mesmo na época dos mercados de Natal.
    Ai, os copos de gluweijn (inveja branca) ;-)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, mas espero que o tempo seja um bocadinho melhor do que na Holanda ;)
      Também pensei logo nisso, que eu sou a pessoa que faz logo a árvore em Novembro (e já tenho a minha lista de mercados de Natal a visitar!)

      Eliminar
  2. Que coragem e que inveja! Se há coisa que gostava era ter essa coragem, mas falta-me nuts. :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei se é coragem ou loucura, ahah ;) Mas vais ver que não dói nada, força nisso!

      Eliminar
  3. Se eu fosse mais nova acho que fazia isso da minha vida! Saltar de um lado para o outro. Boa sorte para a nova etapa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Às vezes é chato, confesso, mas também tem o lado bom.

      Eliminar
  4. Ah, uma das minhas melhores amigas da faculdade mudou-se para Heidelberg há vários anos, já lá estive duas vezes e conheço algumas outras regiões da Alemanha. Para já na minha lista de regressos está Munique (para ir ao Schloss Neuschweistein) e Berlim, porque Berlim é sempre incrível. Nuremberga e Hamburgo quero também adicionar à lista. Aproveita para conhecer mais essas redondezas (que não sei bem quais são porque a Alemanha é muito grande), diverte-te, aprende alemão (se ainda não sabes) mas não te deixes formatar pelas regras e continua a travessar fora da passadeira ou qualquer outra coisa irreverente e impensável para um alemão que se preze, ahah!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Neuschweinstein é imperdível! Estarei na zona de Hamburgo por isso podes vir visitar-me e conhecer o norte ;)
      Sei um alemão muito básico mas quero ver se melhoro bastante e em relação às passadeiras.... eles vêm atrás de mim se eu não esperar pelo verde? Não quero telefonar à minha mãe para me ir tirar da prisão, ahah

      Eliminar
    2. Se a minha mãe te ouvisse a dizer isso, respondia: "Erro fatal, convidaste ela vai mesmo!" :)
      O meu avô era pescador e trabalhou uma série de anos em Hamburgo numa indústria de redes ligadas à pesca, daí a minha curiosidade em conhecer. Mas já ouvi falar muito bem de Lubeck.
      Quanto ao incumprimento, acho que só ralham contigo, não vais presa. O segurança dum centro comercial em Berlim já ralhou comigo e uns amigos porque estavamos a rir e a falar relativamente alto (normal para padrões portugueses, claro está, não estávamos aos berros, nem aquilo era uma igreja). Nas passadeiras só olham para ti com ar reprovador e a abanar a cabeça. Ahahah
      Quanto ao clima, acho que vais ter de ir buscar ao armário o kispo igual ao da Luna, o mais comprido!

      Eliminar
    3. E fico mesmo à espera dessa visita!
      Opa nem me digas isso...lá vou eu voltar a vestir-me tipo michelin :(

      Eliminar
  5. Acho tão giro falares em alguns países como teus, no entanto escreves em português. Nasceste neste bocadinho de terra à beira mar plantado?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nasci em Portugal, sim! Sou emigrante recente mas vou para o meu terceiro país, depois da Holanda e da Inglaterra, segue-se agora a Alemanha. A seguir a Portugal, Inglaterra é a minha casa. Fui lá quase todos os anos desde que sou gente, tenho lá amigos e vivi lá estes 2 últimos anos, nunca me sinto estrangeira na ilha.

      Eliminar
  6. Parabéns! A Alemanha é um país especial em muitos aspectos, mas a natureza e as cidades em si são lindas de morrer.
    Vi que vais para Hamburgo, só conheço o aeroporto que é o meu favorito :) já lá dormi muitas noites!
    Vivi em Rostock mesmo juntinho à Dinamarca, não é uma cidade maravilhosa, mas linda linda! E se puderes visita Schwerin que fica a caminho de Rostock e é uma cidade "pequena" mas é a capital da região e tem florestas lindas!
    Aproveita bem o país que é maravilhoso!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, já apontei e certamente que irei lá :) Ainda estás pela Alemanha?

      Eliminar
    2. Infelizmente já não! Voltei para Portugal depois de 2 anos em Rostock e 1 em Lund (Suécia).
      Mas tenho tantas saudades da zona onde vivi como tinha de Portugal quando estava lá :)
      Apaixonei-me pelo país, pelas florestas que são maravilhosas e pelas praias do mar Báltico que são uma coisa do outro mundo :D

      Eliminar
    3. Espero também vir a gostar muito!

      Eliminar
  7. Mulher de coragem!!! Muito boa sorte :)

    ResponderEliminar
  8. Ai vais para a zona de Hamburgo! Adoro.. Ja' morei la (foi o meu primeiro pais depois de Portugal). Como te entendo, eu mudei-me para Italia ha 2 meses, depois de Alemanha, Franca e Belgica (onde estive quase 5 anos, ... o meu coracao mirrou um bocadinho quando li que vais visitar Bruxelas varias vezes em 2016).
    Boa sorte, e ... Espero que te divirtas muito pela Alemanha :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ena, estás a ganhar-me em mudanças :) Muito obrigada, espero que sim, que isto seja uma boa experiência. Beijinhos*

      Eliminar