terça-feira, 6 de outubro de 2015

E agora um momento de patriotismo pela minha casa fora de casa

Toda a gente conhece o "God Save the Queen" mas há muitos que defendem que o "Jerusalem" é que devia ser o hino do país (é, aliás, utilizado em várias provas onde Inglaterra compete enquanto Inglaterra e não Reino Unido). Cantado em imensos eventos nacionais, é quase obrigatório em casamentos reais (e faz parte de muitos outros também - será que posso tocá-lo no meu ou preciso do passaporte?).
Turkish Airlines, quero isto a tocar na aterragem, ok? Tens uns dias para treinar, vá.


2 comentários: