terça-feira, 25 de agosto de 2015

Where are you from?

Eis como atrapalhar duas emigrantes portuguesas à conversa num restaurante londrino. De onde é que nós somos mesmo? Cada uma no seu país, nenhuma de nós em Portugal, somos de onde? Onde nascemos? Ou onde vivemos? O país ou a cidade? A história é sempre longa. É o mesmo com os formulários e quando me pedem um "permanent address". A minha carta de condução tem uma coisa, a minha inscrição consular outra e o meu registo municipal outra, tudo em países diferentes. Uma vergonha (oops...eu prometo que vou tratar desta papelada!). De onde é que eu sou? Às vezes percebo que querem saber de que cidade é que eu sou, aqui na ilha, outras (quando vêem o meu nome) querem saber o país, e quando às vezes se saem com um where's home? dava pano para muitas mangas. É que eu tenho "Home" em tantos sítios... Where are you from? Respondo sempre Portugal. 90% das vezes recebo um comentário acerca do Cristiano Ronaldo ou do Algarve, eu sorrio e digo "pois é" e ficamos assim. E quando alguém vive fora há 30. 40 anos? Quando é que o where are you from deixa de ser o país onde nascemos? Quando estamos há mais tempo fora do que aquele que passámos dentro do país? Quando trocamos o passaporte? Nunca? Questões existenciais, é o que vos digo.

8 comentários:

  1. Entendo bem isso! Nunca fui de Portugal porque no bi tinha Luanda. Agora que vivo em Luanda digo que sou de Portugal. Nunca soube bem de onde era kkkkk

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um bocado isso, parece que nunca somos de lado nenhum!

      Eliminar
  2. Engraçado que também escrevi sobre o mesmo assunto faz algum tempo e não é de todo uma pergunta simples.
    Mas lá bem no fundo acho que continuaremos sempre a ser Portugueses, independentemente de onde moramos.

    www.portysdiary.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Talvez, acho que é por isso que respondo sempre Portugal!

      Eliminar
    2. Pois 'e! Se quiseres ler, aqui fica o meu post sobre o mesmo assunto:
      http://portysdiary.blogspot.com/2014/10/easy-questions-difficult-answers.html

      Eliminar
  3. Eu já quando vivia em Portugal tinha uma mini dúvida existencial porque nasci em Aveiro mas cresci no Porto e todos os fins-de-semana ia a Aveiro visitar os meus avós (alentejanos) com os meus pais (a mãe nasceu em Mafra, o pai na Guarda)... Com o tempo, a pergunta "de onde és?" começou a deixar-me um bocado nervosa.
    Dizem que "home is where the heart is" e talvez seja verdade, apesar de no meu caso isso não ajudar a esclarecer a dúvida.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também tenho uma família desse género! Realmente, a dúvida começou antes...

      Eliminar