sexta-feira, 24 de julho de 2015

The Lion King


Não era o que eu queria ver mas valores mais altos se levantaram. A verdade é que gostei bastante e, não digam a ninguém, chorei um bocadinho na música "He lives in you". Os cenários são incríveis, os cantores são fabulosos e acho que vale muito a pena tirarem umas horinhas em Londres para irem ver o Rei Leão.
Não recomendo que comprem os bilhetes em cima da hora especialmente ao fim de semana porque arriscam-se a só ter lugar de pé (há Standing tickets e, aliás, se não se importarem de ver um musical como quem assiste a um concerto ali no Alive é uma boa forma de poupar uns trocos significativos). Eu vejo sempre o site do próprio teatro e reservo online. Se morarem no UK eles enviam por correio senão podem levantar na bilheteira quando chegarem. Tenham ainda em atenção que há muitos lugares de visibilidade reduzida e que se quiserem marcar um espectáculo mais popular numa altura mais concorrida (como o Natal) é boa ideia fazê-lo com antecedência e analisar os vários preços e a respectiva localização do lugar (eu uso este site) porque às vezes só há os lugares super caros (ali a rondar as 100 libras por cabeça) ou os que ficam atrás de um poste... (Acho que por esta altura já tenho um PhD em alguns teatros londrinos). Se tiverem flexibilidade e paciência (e algumas horas de procrastinação, como eu), conseguem lugares razoáveis por um preço simpático.
Já agora, a ressalva: mesmo que, por princípio, não gostem de musicais, recomendo que dêem uma oportunidade a um dos da santíssima trindade (Fantasma da Ópera, Miseráveis ou Rei Leão), são espectáculos únicos e valem pela experiência.

PS- Este post está mais do que atrasado... eu fui ver o musical em Maio! É por isso que vêem pessoas todas encasacadas na fotografia. Porque agora está totalmente diferente, claro. Not.

2 comentários: