sexta-feira, 5 de junho de 2015

Esta coisa da liberdade

Uma vez ouvi um milionário dizer que não era o dinheiro que lhe trazia felicidade mas sim a liberdade que este lhe proporcionava. E acho que só há pouco tempo percebi verdadeiramente o significado de tal afirmação. Apesar de (infelizmente) não me ter saído o euromilhões, sou hoje uma mulher mais livre do que alguma vez fui. E se isso começou por ser um pensamento aterrador (afinal, por onde começamos quando temos o mundo inteiro como opção?) não há sensação mais libertadora do que nos sentirmos a caminho do que somos.


5 comentários:

  1. Ainda não tenho dinheiro suficiente para sentir essa liberdade. Senão fazia as malas e partia amanhã... e não posso. Tenho que trabalhar. Ahahah

    ResponderEliminar
  2. Ahah, eu liberdade total para viajar também não tenho, infelizmente. Mas há sempre outros destinos que não são viagens e também valem muito a pena :) (profundo, hoje, ahah)

    PS- Espectacular, isto é quase live chat!

    ResponderEliminar
  3. Live chat: Só falta criarem essa aplicação para o blogger :)

    ResponderEliminar
  4. É bem verdade: a liberdade tem de começar em nós próprios (e claro, as nossas circunstâncias e os outros, mas isso são outros dois euros e meio)

    ResponderEliminar