quinta-feira, 7 de maio de 2015

Spooky

Em dia de General Election temos carrinhas que apelam ao voto com uma voz monocórdica "Vote for UK, vote for change". O pior é que depois soam umas 2 ou 3 badaladas, em tom solene, ali a roçar o ambiente de filme de terror. Não sei de quem foi esta ideia, sinceramente.

5 comentários:

  1. Ahahaha.
    É uma boa ideia esta das eleições à quinta? A abstenção não se manifesta?

    ResponderEliminar
  2. Segundo vi eles sempre tiveram eleições à 5a, que é o dia tradicional de mercado e por isso "incentivava" as pessoas a votar. O engraçado é que já na Holanda as eleições são também durante a semana, não sei se é coisa aqui do norte da Europa ou não... Julgo que as pessoas estão habituadas (e também ajuda haver mil e um locais de voto), não me parece que afecte a abstenção. Estou é super curiosa para saber o resultado destas eleições e as ideias (peregrinas) que vão sair destas cabeças..

    ResponderEliminar
  3. A minha pergunta tem mais a ver com o local onde estão recenseadas, cá muitas vezes não é perto do local de trabalho (eu tenho de fazer 90 km). Ou aí qualquer pessoa pode votar em qualquer uma das mesas de voto, independentemente do local de recenseamento?

    ResponderEliminar
  4. Ah, não tinha percebido. Há um sítio específico para votar, na zona de residência. Mas imagina que estás a trabalhar fora "de casa", podes registar-te no sítio onde estás a viver, as inscrições fecharam em Abril, também recebi a carta do city council (porque posso votar para as locais). É um processo relativamente fácil e rápido (tudo na internet!) e deixa-te para votar onde estás no momento. Também se pode votar pelo correio e há procedimentos especiais se não puderes ir às urnas por doença, trabalho, etc.

    ResponderEliminar
  5. Mais ou menos como aqui... Eu podia votar no Porto se me inscrevesse antes de fecharem os cadernos eleitorais, mas para mim não faz sentido votar noutro sítio que não a 'minha casa'... Mas felizmente para mim faz sentido mudar tudo para ir votar, infelizmente há malta que não troca o dia de praia pela ida às urnas!

    ResponderEliminar