terça-feira, 12 de maio de 2015

Internem-me já

O dia em que uma amiga portuguesa, de passagem pela capital britânica, me convida para jantar e remata com um "encontramo-nos às 20.00, ok?" e a primeira coisa que eu penso é "mas isso é TARDÍSSIMO". E é assim, meu amigos, no dia em nos sugerem uma hora perfeitamente normal para jantar e nos soa a um convite para irmos comer lá para as 10 ou 11 da noite é o dia que marca oficialmente o princípio do fim. Eu juro que ia sugerir um jantar às 18.30, 19h na loucura, mas já não tive coragem. 8 da noite it is.

3 comentários:

  1. É mesmo. A minha esperança é ainda ter noção destas coisas, não parece tão grave...

    ResponderEliminar
  2. Pois, diz que o primeiro passo para a recuperação é assumir a doença. Estás no bom caminho! Boa sorte

    ResponderEliminar