quarta-feira, 15 de abril de 2015

Não há disto em Londres

Viver "no Norte" é dizer obrigado quando se sai do autocarro. É ser quase sempre recebido na caixa do supermercado com um "hello darling, how are you today?". É ter direito a um "thank you, love", sejam vocês homens, mulheres, meninos ou meninas. É poder mandar uma piada à empregada do café, enquanto se espera pelo latte, e estar seguro que ela vai entrar na conversa. É ter um perfeito desconhecido a oferecer-se para trocar uma nota de 5 libras para que uma pessoa sem passe possa comprar bilhete com os trocos. É correr sempre o risco de ser envolvido numa conversa sobre o tempo ou os transportes enquanto se espera o autocarro. Ou ter alguém a segurar-nos o saco enquanto lá pomos as coisas que nos caíram da mão. Esta Inglaterra mais a norte tem algumas das características do espírito de bairro, de cidades mais pequenas. Tem os seus defeitos, como todos os sítios, as suas zonas menos boas, as suas pessoas mais estranhas, mas tem sempre gestos que reforçam o lado mais humano desta ilha.

2 comentários:

  1. Espero um dia comprovar tal simpatia pessoalmente! Começa a faltar isso por cá...

    ResponderEliminar