quarta-feira, 25 de março de 2015

Not meant to be

It was just not meant to be, e não faz mal. Talvez tudo tenha mesmo o propósito de nos ensinar qualquer coisa, de nos tornar melhores, ou talvez isso seja só uma conversa que inventámos para nos sentirmos melhor. Mas a verdade é que, de uma forma muito estranha, me sinto livre. Se tudo me tivesse corrido como planeei, talvez eu não estivesse aqui e uma parte de mim tivesse ficado por cumprir. Talvez fosse simpático não ter sido preciso amputar a alma, ou talvez isto funcione como a fénix e tenha mesmo de arder para renascer. Acho (e tenho quase medo de o dizer) que me curei do "podia ter sido". It was not meant to be. E percebi, com surpresa, que ainda bem que não foi.

2 comentários:

  1. Sei que estás lá mtooooo perto, se é que já não lá estás qdo dizes a frase: renascer das cinzas como a fenix.
    Vais estar MAIS perto ainda, qdo deixares de pensar que é como uma doença que se cura. Tás a ver a varicela que deixa aquelas marcas chatas? É a mesma m...da. Passa, mas deixa a bela da marca. Da qual normalmente, ou quase todos os dias nem te lembras, mas tá lá :) Mas não faz mal que lá esteja.
    Beijos!

    ResponderEliminar