domingo, 29 de junho de 2014

Praga, finalmente

Depois de meio mundo já ter visitado foi a minha vez de ir até Praga, e gostei imenso! Apanhei um tempo óptimo, o que ajudou, e como fui durante a semana não apanhei a quantidade de turistas que temia (e da qual vi uma amostra assustadora no sábado!).
Para os interessados, e porque tirei imensas dicas de blogs por essa internet fora, vou fingir que alguém lê este cantinho e incluir algumas sugestões.

Quantos dias?
Se não entrarem em nenhum museu e coisas do género, um fim de semana dá para ver tudo na boa, sem ser preciso recorrer a transportes, visto que o centro da cidade é relativamente pequeno e se faz bem a pé (mas levem sapatos confortáveis para as subidas e a calçada!). Se quiserem visitar monumentos talvez seja melhor planear um bocado a viagem, também por causa do horário de funcionamento, e optar por transportes públicos de forma a agilizar os percursos.

O que visitar?
O óbvio relógio astronómico e assistir à procissão dos apóstolos a cada hora (preparem-se para a enorme multidão que espera o funcionamento do relógio!) e toda a zona da Old Town, super cute. Para os geeks, a igreja de Our Lady before Týn é onde está sepultado o astrónomo Tycho Brahe (Agnes deu pulinhos controlados, porque não se fica feliz ao pé de uma sepultura não é?). Percorrer a Charles Bridge e subir ao castelo é um must, e aí estão, entre outros, o palácio real, a Catedral de St Vitus, Loreto Palace e o Strahov Monastery. Não achei que valesse a pena o circuito B do castelo (palácio, basílica de São Jorge e catedral), talvez os outros palácios e mosteiros sejam mais interessantes mas acabei por não entrar. O Bairro Judeu é, para mim, a zona mais gira da cidade (e se quiserem abrir os cordões à bolsa podem ir à Louis Vuitton, Cartier e lojas de bairro do género). Não visitei museus mas o cemitério judeu e a sinagoga espanhola devem ser giros. Fiz ainda um passeio de barco e recomendo porque tem uma vista super gira da cidade e dá para tirar óptimas fotos! Podem ainda fazer uma tour grátis de Praga, que passa pelos principais pontos turísticos da cidade (eu não fiz mas li boas reviews na internet).

Comida
O único restaurante checo onde comi foi o U Tri Rutzi, barato e típico, uma boa sugestão para uma pausa no sightseeing. Gostei do Café Imperial e do Café Paris (dentro do Hotel Paris, não fui ao outro), não são propriamente os sítios mais baratos da cidade (imagino que não sejam os mais caros também, ahah) mas a comida é boa e o Café Imperial vale a visita, nem que seja para um café e um bolo porque o espaço é giríssimo (e os empregados são simpáticos, o que em Praga não é fácil de encontrar)! Para um pequeno-almoço tardio ou lanche gostei do Au Gourmand (e também dá para almoço, vi por lá quiches com óptimo aspecto).

Compras
Não comprei grandes souvenirs tirando os habituais postais e o íman para o frigorífico (há magnets giríssimos!). Há imensas coisas de cristal da Bohemia e comprei um presépio para oferecer a uma amiga que os colecciona (mas não foi fácil encontrá-lo, talvez por causa da altura do ano).


Agora que já falei imenso, vamos às fotos (só uma amostra das muitas que tirei nesta viagem, nem sei como escolher!).









segunda-feira, 23 de junho de 2014

Acabei o vício

Limpei as 3 seasons do Scandal (!) e estou aqui em pulgas à espera da season 4 (falta taaaaanto para o Outono). E não só a série é super viciante como estou apaixonada pelo guarda roupa da Olivia Pope. Haja orçamento e serei uma rapariga feliz!


sábado, 14 de junho de 2014

Um pé na areia e outro no futuro

Em vésperas de completar 27 primaveras fui à praia estrear o verão. Já não me lembrava do calor a sério e soube-me bem, que soube (mas faltaram as bolas de Berlim, o que é inaceitável). E se no ano passado estava em Londres a riscar um item da minha bucket list, para o ano, quem sabe, é preciso é que seja sempre a subir.

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Quem tem uma mãe tem tudo

E eu tenho 2 malas novas como resultado de uma limpeza* dos armários maternos. Só vantagens de ter uma mãe addicted em coisas féchion e de cólidade.

* E não fui eu que "limpei" nada, atenção, foi mesmo um "queres isto que eu não uso?".

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Bucket list - as viagens

Se é para bucket list, que seja em grande.

Machu Picchu



 Jordânia (já tenho guia, itinerário pensado, tudo)



Malásia (a minha nova must go)



Indonésia (Bali, Bali, Bali)



Tailândia (Bangkok, Chiang Mai, Phuket)



USA - East Coast (S.Francisco, Las Vegas, Death Valley, Grand Canyon)



México (Chichen Itza para a colecção das maravilhas)



Israel



Vietnam



Laos



Cambodja



Arizona e a famosa cratera



Isto com jeitinho ainda havia mais....

domingo, 8 de junho de 2014

Venham daí os Santos


Depois de muita hesitação na cor, lá trouxe este Santo António comigo. Agora só me falta uma moldura para o meu lenço dos namorados e a minha casa estará cheia de lembranças expat!

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Já sou uma pessoa chique

Fui ao Mercado da Ribeira.


E parei em Belém para a sobremesa.


Gosto sempre de fazer turismo com amigos em Lisboa!


segunda-feira, 2 de junho de 2014

Não há uma sem duas *

Por isso marquei mais um voo, desta vez até à Europa Central (e já não era sem tempo!).


* Perdoem-me a adaptação do ditado popular mas infelizmente não são 3 viagens...

domingo, 1 de junho de 2014

Esta Lisboa que eu amo - Museu do Azulejo

O Museu do Azulejo é uma agradável surpresa. Sou uma apaixonada por azulejos e fiquei com alguns debaixo de olho que gostaria de comprar para a minha próxima casa. Por agora, sou apenas uma orgulhosa dona de uma sardinha que já andava para comprar há imenso tempo. Ficam as fotos, a sardinha fica para a próxima.