quinta-feira, 29 de maio de 2014

Chegou a hora (atenção, post lamechas)

Oxford será sempre a minha casa fora de casa. Estudantes, turistas e todos aqueles que a reclamam para si, saibam que há 10anos que ela é minha, embora hoje um bocadinho mais. E se Londres é a minha capital do mundo, Oxford é sem dúvida a capital do meu mundo. Aquele onde o meu maior desgosto é nunca ter usado os seus trajes e ostentado o cravo na lapela. Hoje, Oxford, preparo-me para fazer as malas e deixar-te outra vez. Mas tal como todos os que por ti passam, também eu levo sempre um bocado de ti comigo. Cada regresso será certamente um regresso a casa e, aí, só Lisboa será sempre mais minha.




Sem comentários:

Enviar um comentário