domingo, 3 de novembro de 2013

Berlim

Adorei Berlim e por isso não podia deixar de postar algumas fotos para a posteridade.

 a catedral e a conhecidíssima torre na Alexanderplatz

 Brandenburger Tor

 memorial dos Judeus mortos

 trajecto do muro de Berlim, a atravessar uma das ruas da cidade

 Sony centre

 Checkpoint Charlie

 o famoso letreiro

 Na Bebelplatz, os Nazis queimaram mais de 20000 livros que consideravam ser "anti-alemães". Esta placa lembra não só esse momento como acrescenta uma frase de Heinrich Heine que diz qualquer coisa como "Onde queimam livros, acabam por queimar pessoas".

 adorei esta frase em plena Eastside Gallery

o famoso mural, infelizmente vandalizado (como grande parte do muro, diga-se...). Surpreendeu-me a quantidade de grafitis e assinaturas de "We love Berlin" e "We were here, love from...." Não percebo, honestamente.

5 comentários:

  1. Tb adorei Berlim. O muro ainda não estava vandalizado, espero que limpem, essa imagem é iconica.

    ResponderEliminar
  2. Vandalizaram o mural?! Que parvoice, pah. Gente burra. Isso deve ser recente, estive la ha 1 ano e os grafitis estavam todos compostinhos. Nhe.

    Conseguiste ver a pilha de livros na zona onde foram queimados? A ultima vez que la fui estava a escultura coberta para restauro..

    Foste ao Museu DDR perto do Checkpoint Charlie? Com os mil artefactos e maneiras que familias inteiras arranjaram para passar o muro?

    Agora quero ir a Berlim outra vez.
    E que bom teres apanhado um tempo fixe :-)

    ResponderEliminar
  3. Miss Pipeta, espero que sim!

    ohlalali, não, a escultura não estava lá, ia toda contente e só estava mesmo a placa.

    Não fui ao museu, fica certamente para uma próxima visita que quero fazer à cidade. Fui foi à Tipografia do Terror e até me senti mal disposta com as atrocidades que estão documentadas... Apanhei umas horitas de chuva, o sol da primeira fotografia foi de pouca duração, eheh, esteve quase sempre cinzento.

    ResponderEliminar