segunda-feira, 18 de novembro de 2013

A última página

Neste momento estarei a caminho de Lisboa. E vou finalmente poder relaxar. Sim, que isto de enfiar uma vida numa mala de porão (e a quantidade de coisas que já despachei em malas de outras pessoas! e pelo correio, e afins...) deixou-me à beira de um ataque de nervos. Houve alturas em que, confesso, me apeteceu chorar. Mas a esta hora, a esta hora estará tudo resolvido. E já falta pouco, muito pouco para chegar a casa.

Sem comentários:

Enviar um comentário