segunda-feira, 16 de abril de 2012

I want to ride my bicycle

Eu não andava de bicicleta para aí desde os meus 12 ou 13 anos (sim, nem mesmo ao fim de semana à beira-rio como toda a gente). Portanto, é muito fácil identificar-me neste país onde toda a gente pedala praí desde os 4 anos: sou a pessoa com um ar pouco holandês e algo hesitante nas manobras! Cada vez que tenho de mudar de direcção ponho-me a pensar se conseguirei mesmo tirar a mão do guiador com a segurança necessária para manter a minha rota a direito. Começo a ver a vida a andar para trás (ok, talvez esteja a exagerar um bocadinho) e lá consigo levantar a mão uns milímetros. Bolas, isto era tudo tão mais fácil se a bicicleta tivesse piscas...

5 comentários:

  1. É questão de hábito, mesmo. Eu nos primeiros tempos era um stress para fazer "pisca" também. Agora já dei por mim a ajeitar o gorro com as duas mãos sem dar por isso.

    ResponderEliminar
  2. (embora não consiga ir a pedalar de maos nos bolsos, nao exageremos)

    ResponderEliminar
  3. Eu ainda olho com uma admiração imensa para o pessoal que pedala sem as duas mãos. Vou continuar a praticar :P

    ResponderEliminar
  4. Não tem piscas mas tens que apontar a direcção para a tal vais virar. Para quem não está habituado a andar acredito que seja mesmo difícil!!!

    ResponderEliminar
  5. Joana: exacto, era tudo mais fácil se tivesse piscas, não era?

    ResponderEliminar