quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

O balanço das compras

Os saldos ainda agora começaram e para mim já acabaram. Tirei uma tarde, forrei-me de paciência e fui ao Corte Inglês, que assim comássim ainda é dos menos maus na formação de pilhas de roupa em mesas e expositores. Como sempre, toda a gente teve a mesma ideia que eu, pois claro, mas esteve-se bem melhor do que nas filas para experimentar que já tive noutras lojas em época de descontos natalícios. Adiante.
Primeiro que tudo, estou muito orgulhosa do meu bom senso, visto que deixei lá imensas coisas que gostava de ter trazido (como um blazer de veludo azul e uns quantos vestidos de marcas diversas - Pai Natal, posso meter-te uma cunha para os Reis Magos?). Ainda suspirei nos casacos Karen Miller e Burberry mas aí é outro campeonato totalmente diferente e nem havia mesmo a hipótese real de os trazer comigo (o que é uma pena). Nos sacos vieram comigo uns ténis de pele da Converse, óptimos para o muito turismo que penso fazer em 2012, um casaco de malha com brilho dourado que pensava adquirir há algum tempo sem no entanto ter encontrado um que me "enchesse as medidas" e umas peças da secção de roupa interior que já estavam na minha wishlist para estes saldos (esta secção no Corte Inglês é a minha perdição).
Pontos negativos... Não encontrei nada na parte de desporto que gostasse (vou ter que deixar isso para uma próxima visita ao Chiado) e infelizmente não consegui encontrar um casaco de malha preto com qualidade (nem caros nem baratos, nenhum me pareceu minimamente bonzinho sem ter o aspecto de ficar branco depois de usado 2 vezes...se calhar sou muito esquisita).
E pronto, estou oficialmente em modo troika durante um mês. Só abro excepções se encontrar alguma peça que constava da minha lista e que não encontrei hoje. E mesmo assim, é só porque me fazem falta.

Sem comentários:

Enviar um comentário