sexta-feira, 15 de julho de 2011

Manias que me irritam

Há dias no metro ouvi um diálogo entre um homem e uma mulher em que ele lhe explicava como odiava andar de autocarro e como o metro era tão mais cool! Entre outras coisas incluia também considerações acerca de isto aqui em Lisboa ser fraquinho, que isto ao lado de Nova Iorque ou Barcelona, pfff, nada a ver, sim, porque ele conhecia aqueles metros como a palma da mão e isso sim é uma coisa a sério e aí ela tinha razão para não se conseguir orientar através do diagrama da rede. Sim, pára tudo, a senhora em questão não estava a conseguir perceber como ir de Entrecampos - estando já dentro do metro, atenção! - para a Praça de Espanha... Perdoem-me os mais sensíveis, mas não estou a ver como é possível uma pessoa dotada das capacidades normais de discernimento e orientação de um adulto saudável não conseguir perceber o trajecto depois de localizar a Praça de Espanha na linha azul. Adiante.
Tudo isto para dizer que não percebo o ódio aos autocarros, que já ouvi de imensas pessoas, com os comentários de é tão do povo, ou o sempre elucidativo é horrível. Mas de onde raio saiu a ideia que só o metro é que é um transporte suficientemente elitista e cosmopolita? Será que o comboio também é um fashion faut pas? Ou será a tendência de transporte deste Outono-Inverno?

Sem comentários:

Enviar um comentário