quarta-feira, 22 de junho de 2011

Love it

Olhando agora para ele, até me parece um poema com o seu quê de "deprimência", mas a verdade é que desde a adolescência que é um dos meus poemas preferidos.

"A tua vida é uma história triste.
A minha é igual à tua.
Presas as mãos e preso o coração,
enchemos de sombra a mesma rua.

A nossa casa é onde a neve aquece.
A nossa festa, onde o luar acaba.
Cada verso em nós próprios apodrece,
cada jardim nos fecha a sua entrada."

(Eugénio de Andrade)

Sem comentários:

Enviar um comentário