quarta-feira, 18 de maio de 2011

O drama. O horror.

E no ano da graça de dois mil e onze, sempre a ler outros livros em paralelo, acabei o Memorial do Convento. Mas não gostei. Acho que isto faz de mim uma pessoa inculta aos olhos do mundo e pelos vistos vou ter de viver com isso. Mas não paniquem, intelectuais deste meu país, tenho aqui o Evangelho Segundo Jesus Cristo, para ver se me redimo com o autor.

Sem comentários:

Enviar um comentário