quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Considerações sociológicas

É triste quando vejo as pessoas fazerem-se valer do seu posto para dizer aos outros o que lhes passa pela cabeça,  encostados ao escudo do "sou eu que mando", como se isso os tornasse mais certos e consequentemente lhes garantisse a invencibilidade. Infelizmente, está-me a parecer que é requisito para ser chefe. O que acho que lhes falta perceber é que ninguém é chefe sozinho.

Sem comentários:

Enviar um comentário