terça-feira, 28 de dezembro de 2010

I'm a material girl in a material world...

Pela primeira vez desde que me lembro fui aos saldos com o propósito de ir mesmo aos saldos e não de passar por lá enquanto na verdade ia à procura de outra coisa totalmente diferente.
Primeiro que tudo, senti-me algo enganada quando vi nem todas as lojas estavam com reduções, afinal, vai uma pessoa dedicar-se finalmente à causa dos saldos e é isto? Tsc tsc. No entanto, tenho a dizer que estou muito orgulhosa de mim porque aguentei estoicamente na H&M, essa loja onde nunca encontro nada e onde hoje consegui comprar umas pecitas (yey me!), mesmo que tenha passado séculos na fila para os provadores e outro tanto tempo para pagar. A minha paciência surpreendeu-me, confesso!
Mas que não foi fácil, não foi. Ter 50 mil pessoas por metro quadrado (mas toda a gente está de férias?), as filas para tudo, a enorme quantidade de L's nos modelos que eu gostava de experimentar, ... um sufoco. E, pessoas-com-menos-de-16-anos-que-decidiram-andar-aos-magotes-a-guinchar-como-se-não-houvesse-amanhã, vocês stressaram-me. Fiquei com uma dor de cabeça que me levou a entrar nas drogas e a emborcar (linda palavra) um paracetamol. Uma mulher não é de ferro, certo?
E pronto, foi assim o meu dia. Afinal, o que ninguém me disse é que os saldos cansam. A planta dos pés dói-me horrores e andei quilómetros! Acho que estou oficialmente dispensada do ginásio por uns dias.

Sem comentários:

Enviar um comentário